Buscar

O perdão é Divino. 24º DTC

Palavra de Deus: Mateus 18, 21-35


· “Senhor, quantas vezes devo perdoar...?

Pouca gente, mesmo entre os cristãos, compreende o sentido profundo do perdão. A capacidade de perdoar a si mesmo ou aos outros é a marca registrada de uma personalidade madura.


Perdão não é esquecimento do passado, é o risco de um outro futuro que não aquele imposto pelo passado ou pela memória ferida. É preciso aventurar-se no encontro com o outro. Quem perdoa sabe estar correndo um risco, abandonando o ajuste de contas pela força ou então renunciando à força do direito. Mas, sem esse risco, a história não terá nenhum futuro e a violência irá se repetindo... Sabemos que a violência não tem regra em si mesma, é pura repetição. Já o perdão quebra a lógica do “olho por olho, dente por dente”...


Quem perdoa sai fora desse jogo, arriscando a própria vida.