Buscar

Fique atento aos 11 sintomas da depressão

Os principais sintomas que marcam o início da depressão são falta de vontade para realizar atividades que davam prazer, energia reduzida e cansaço constante. Estes sintomas surgem em baixa intensidade, mas pioram ao longo do tempo, causando sofrimento e incapacidade de trabalhar ou manter interações com outras pessoas, por exemplo. No entanto, a depressão tem cura e pode ser alcançada com o diagnóstico e tratamento correto, que pode ser feito com o uso de antidepressivos, ansiolíticos e sessões de psicoterapia. Confira como é feito o diagnóstico e tratamento da depressão.


Os sintomas mais comuns que podem indicar a depressão incluem:

1. Sensação de vazio ou tristeza: a presença do vazio ou tristeza geralmente manifesta-se através de um rosto triste, olhos caídos olhando para o nada, sem brilho e tronco curvado. É ainda frequente que a pessoa tenha crise se choro ou que chore facilmente, tendo falas voltadas para o pessimismo, culpa e baixa autoestima.


2. Falta de vontade de realizar atividades que davam prazer: este é o principal sintoma da depressão e está presente desde o início da doença, podendo agravar-se à medida que o transtorno evolui.


3. Falta de energia e cansaço constante: impedem a realização de atividades diárias como higiene pessoal, se alimentar, ir à escola ou trabalho, podem indicar depressão.


4. Irritabilidade: devido à tristeza profunda é comum manifestar irritabilidade, ataques de raiva, causando sintomas como tremores, vontade incontrolável de gritar e até suor em excesso.


5. Dores e alterações no corpo: devido às noites mal dormidas e às alterações do humor, podendo ocorrer ainda sensação de aperto no peito e peso nas pernas. Em alguns casos, podem ocorrer queda de cabelo, unhas fracas, pernas inchadas, dor nas costas e estômago, vômitos e tremores.


6. Problemas de sono: não existe problema para dormir mas o sono é interrompido de madrugada, e após isso, acorda muito cansada.


7. Perda de apetite: é resultado de todos os outros sintomas juntos pois a pessoa não tem energia para se levantar, sente dores, está irritada e com sono.


8. Falta de concentração: acompanhada de perda de memória, pensamentos negativos persistentes e indecisão com momentos de enorme descontração que afeta o trabalho escola e interações pessoais.


9. Pensamento de morte e suicídio: isso porque os sentimentos experimentados nesta doença passam a sensação de que não vale a pena viver.


10. Abuso do álcool e outras drogas: acontece pela presença de sentimentos como a tristeza e angústia profunda.


11. Lentidão: interferi na atividade mental e motora, o que pode fazer com que a pessoa fique mais agitada ou mas lenta, sendo esta última mais comum.


TUA SAÚDE


Clínica Social Santo Antônio Vila Belém

Rúbia Mara de Assis- Psicóloga