Buscar

Como lidar com uma mãe que não te ama

Alguns filhos já sabem disso quando ainda são crianças, mas a maioria só se dá conta de que não foram amados pelas suas mães quando já estão na fase adulta. A culpa, a necessidade de aceitação, a busca pelo reconhecimento e o medo podem vedar nossos olhos para a verdade, mas o fato é que ser criado por uma mãe que não te ama pode gerar conflitos negativos graves e causar algumas feridas que só poderão ser curadas com o tempo e o entendimento.


Pare com a negação

Não se culpe pelas ações da sua mãe. Permita-se admitir que talvez a sua mãe não tenha sido uma pessoa boa. Este é um passo necessário e importantíssimo para sua recuperação. Todo processo de cura envolve aceitação e neste caso não é diferente. Optar pela mudança é sempre uma escolha pessoal, o processo de aceitação pode ser lento e dolorido, então se dê o tempo necessário para aceitá-lo, você se sentirá bem melhor depois.


Não se critique

A maneira que você pensa sobre si mesma atrapalha na forma como você vê o mundo e no modo como você se sente em relação com a sua mãe. Isso não é culpa e já está na hora de você parar de se culpar e se livrar desse sentimento de rejeição. Você precisa construir sua autoconfiança.


Liste os aspectos positivos sobre si mesmo e leia-os regularmente, principalmente

quando estiver se sentindo triste, aos poucos você vai notar a diferença. Nunca é tarde para reaprender a viver.

Tente desenvolver a empatia Você não pode mudar o passado, mas isso não significa que não possa aprender nada

com ele. Talvez você tenha sido criado sob um padrão de regras e condutas rígidas que visavam sua “disciplina“ e que, segundo a sua mãe, eram “necessárias“ para a construção do seu caráter. Agora tente se colocar no lugar da sua mãe, talvez ela também tenha tido uma infância difícil e sofrida. Não estou dizendo que tudo que a sua mãe fez é justificável, mas talvez olhar as coisas por outro ponto de vista possa esclarecer melhor as coisas, e talvez ressignificar a relação com sua mãe.


Desabafe

Se possível converse com a sua mãe, talvez ela não saiba o quanto você foi afetada pela sua criação. Talvez ela nem saiba que você tenha sido ferida por isso. Se não tiver contato com ela escreva em um papel todas as razões pelas quais você

está magoado com ela, jogue no papel todas as emoções ruins, se precisar chore, chore! Depois queime este papel e siga em frente.


A psicoterapia poderá ajudá-lo(a)!!!


Rúbia Mara de Assis - Psicóloga

Clínica Social Santo Antônio

(31) 9 9715 1755