Buscar

A importância do autocuidado para a saúde mental

O autocuidado e a saúde mental andam de mãos dadas. Sem em, o outro não pode existir. Quando um dos dois está em um estado precário, interfere diretamente no outro. Por exemplo uma pessoa depressiva não tem vontade de cuidar de si mesma.


Se você se sente mal-humorado, cansado, irritado e desanimado a maior parte do tempo, a razão para isso pode estar nos hábitos. Sabia que é possível ter depressão e ansiedade somente ao cultivar costumes e manias pouco saudáveis?


Modifique seus hábitos, incorporando uma mentalidade de autocuidado em tudo o que faz, pensa ou diz.


1. Autocuidado emocional

O autocuidado emocional é composto por uma série de ações que visam os cuidados com o humor e as emoções.

Para isso: durma bem, acorde e levante da cama cedo, perdoe os seus erros e as falhas dos outros, desestresse, aja com coragem, cultive pensamento positivos,ajude instituições de caridade e pessoas em situação de vulnerabilidade, seja cordial e agradável todos os dias.


2. Autocuidado psicológico

O autocuidado psicológico é semelhante ao emocional, mas ainda possui distinções claras que o caracterizam um elemento singular. Ele diz respeito ao seu grau de autoaceitação, inteligência emocional, satisfação de vida e crescimento pessoal,bem como a existência de um propósito de vida. Para isso: aprofunde o seu autoconhecimento, defina metas claras para a sua vida, valorize as suas qualidades, corra riscos, busque novas experiências , pratique meditação para cultivar um estado emocional de tranquilidade, priorize as suas necessidades, nunca deixe de aprender e faça terapia.


3. Autocuidado físico

O autocuidado físico está relacionado à nossa saúde e disposição para executar tarefas no dia a dia. Para isso: pratique exercícios físicos com regularidade, faça caminhada ou algum esporte de seu gosto, tenha uma alimentação balanceada, faça visitas anuais ao médico e descanse quando necessário.


4. Autocuidado social

Vida social é muito importante, o ser humano precisa estar em constante contato com os seus semelhantes, seja por questão de obrigação, de necessidade ou de afinidade.

Para isso: mantenha amigos leais, seja honesto, não esconda os seus sentimentos, combata a inveja e a vontade de fazer comparações e valorize amigos e familiares.


5. Autocuidado financeiro

Do mesmo modo que a vida social é relevante para cuidar da saúde mental, a vida financeira também, é. Para isso : faça uma planilha estruturada de gastos, foque em sua carreira profissional, estabeleça objetivos para viver a condição financeira dos seus sonhos, tenha uma reserva para emergências, valorize os objetos materiais, serviços e

experiências consumidas com o seu dinheiro e com o dos outros.


Rúbia Mara de Assis

Clínica Social Santo Antônio Vila Belém