Buscar

Se queres, podes curar-me - 6º DTC

Palavra de Deus: Mc 1, 40-45

O que diz o texto?

“Um leproso chegou perto de Jesus e de joelhos pediu: “Se queres tens o poder de curar-me.. ”

Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão tocou nele e disse: “ Eu quero: fica curado” No mesmo instante a lepra desapareceu e ele ficou curado.


Como nos domingos anteriores, o evangelista Marcos vai desvelando a personalidade de Jesus. Autoridade e compaixão , atributos de Deus que Jesus vai revelando no encontro com as pessoas, sobretudo as enfermas e excluídas Marcos quer também ressaltar que Jesus não depende da Lei.


Quando a vida está em risco Jesus não duvida em transgredir a lei. Frente a situação de exclusão, Jesus experimenta compaixão que toma conta de seu coração. A autoridade de Jesus é sempre carregada de compaixão e não de poder


O que o texto diz para mim?

O “TOCAR” de Jesus vai além de um simples e rápido contato: expressa outros sentimentos, muito mais coerente com a maneira de atuar de Jesus . Não só demonstra que está acima da Lei quando se trata da vida de uma pessoa, senão que arrisca contrair a doença e tornar-se impuro como o leproso.


Ao tocar o leproso, Jesus torna-se impuro, torna-se marginalizado e não poderá mais entrar publicamente numa cidade.


Aqui, o evangelho de Marcos mostra quem é Jesus a cura do leproso nos revela que há outros contágios muito piores que desumanizam: preconceito, intolerância...


Mas, o evangelho também nos Ensina que a PUREZA, O AMOR, A LIBERDADE, A ALEGRIA DE VIVER... também pode contagiar...Jesus contagia compaixão, bondade, acolhida... O contato é sinônimo de calor, afeto, ternura, reconhecimento...


Minha Oração

Você já refletiu no poder de nossas mãos quando as estendemos cheias de bênçãos? Que poder curativo quando aprendemos a tocar com ternura, a tocar essa vida profunda que vive em nós!


Todos somos um pouco como o leproso e podemos nos reconhecer nesse desejo de cura e todos. Podemos também ser como Jesus para os outros quando nosso olhar, nossas mãos se estendem para quebrar distâncias e tocar com calor a vida profunda e escondida dos outros.

Arquidiocese de Belo Horizonte | Paróquia Santo Antônio Vila Belém

Rua Sidônia, 185 - São Salvador | Belo Horizonte

(31) 3477-6031

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram