Buscar

Dar a César o que é de César - 29º DTC


Palavra de Deus: Mateus 22,15-21

O QUE DIZ O TEXTO?

Os fariseus preparam a Jesus uma armadilha. Primeiro o elogiaram com um elogio hipócrita...”Mestre, sabemos que tu és verdadeiro, e que ensinas de fato o caminho para Deus. Tu não dás preferência a ninguém, porque não levas em conta as aparência. DIZE-NOS O QUE PENSAS: É LÍCITO OU NÃO É, PAGAR IMPOSTO A CESAR”? Se Jesus respondesse sim, seria acusado de colaborar com o opressor... se respondesse não seria acusado de revoltoso... se respondesse não sei, seria desmoralizado como um rabi incompetente. A resposta de Jesus foi perfeita: “Mostrem-me a moeda do imposto. E Jesus perguntou: “De quem é a figura e inscrição nesta moeda?” Eles responderam, “É de Cesar. Então Jesus disse: - “Devolvam a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.”

O que diz o texto pra mim?

A vida de Jesus desconcertava a todos pelo seu modo de agir e de falar, sua liberdade de espírito . Os fariseus não tem coragem de olhar Jesus de frente e por isso mandam outros.

Jesus se tornou um sinal de contradição porque permaneceu fiel a uma mensagem, a um modo de agir e a uma missão que havia recebido do Pai e que devia realizar. Desde o início de sua vida pública exerceu considerável poder de sedução sobre os pobres e excluídos... vivia de maneira pobre e livre, totalmente centrado na busca do Reino de Deus e de sua justiça. Isso inquietava as instituições políticas e religiosas, pois ameaçava pôr em terra toda uma estrutura injusta cujas primeiras vítimas eram os pobres e excluídos. O Deus que Jesus nos revela é o Deus que se faz presente no pequeno, no simples, naqueles que não tem voz e nem vez.

Com sua resposta, Jesus nos propõe um princípio de validade permanente: a rejeição a absolutizar qualquer tipo de poder. César se impõe (imposto) pelo poder, que oprime e exclui. Deus não se impõe, faz-se dom, e se aproxima de nós, se faz comunhão.

Somos a imagem de Deus e só a Ele pertencemos. O único absoluto é Deus. Trata-se de uma submissão amorosa que não se impões (imposto), pois nos convida a entrar em sintonia com ELE, numa comunhão de vida e de compromisso com os outros.

NA MINHA ORAÇÃO?

Rezar ... se perguntar... QUEM É O SENHOR QUE MOVE MINHA VIDA?


Arquidiocese de Belo Horizonte | Paróquia Santo Antônio Vila Belém

Rua Sidônia, 185 - São Salvador | Belo Horizonte

(31) 3477-6031

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram