Buscar

Deus é Supreendente! - 25º DTC


Palavra de Deus: Mt 20,1-16

O que diz o texto?

Neste trecho do Evangelho, Jesus compara o Reino dos céus como o chamado de trabalhadores por parte de um proprietário para sua vinha. Ele recolhe operários no início da manhã e ao meio dia combinando o preço de uma diária igual para todos. À noite, o pagamento é dado começando pelos últimos até os primeiros o mesmo salário. Os primeiros reclamaram a igualdade de pagamento, pois eles trabalharam mais que os outros. Seria esse proprietário injusto por ter dado a mesma quantia para todos?

Toda parábola é um relato provocativo que nos envolve. A parábola em si mesma, dá o que pensar, pois questiona nossa maneira de ser, nos diz que outro mundo é possível e espera de nós uma resposta. Nesse sentido, as parábolas de Jesus não foram das por concluídas; estão sempre abertas às novas realidades dos ouvintes. A parábola não é verdade fechada, mas verdade onde todo ouvinte deve interpretá-la com sua vida. Com a parábola do dono da vinha que contrata trabalhadores, Jesus não pretende dar uma lição de relações trabalhistas.

O que o texto diz para mim?

Ele nos desafia a entrar em sintonia com esse modo de agir original e gratuito de Deus. A partir da lógica humana, não há nenhuma razão para que o dono da vinha trate com deferência ao trabalhador de última hora. Por outra parte, o proprietário da vinha ATUA A PARTIR DO AMOR ABSOLUTO, coisa que só Deus pode fazer. A salvação é dom gratuito de Deus. Na realidade, o que está em jogo na parábola é uma maneira de entender a Deus, completamente original.

E nós? Continuamos pensando em um Deus que retribui a cada um segundo suas obras. O amor de Deus é total. Se sairmos de nossos esquemas e entrarmos em sintonia com o modo de agir de Deus, não teremos dificuldade em entender a estranha maneira d’Ele realizar os pagamentos. Também nós passaremos a deseja aos nossos irmãos aquilo que Deus sempre desejou.

O que aprendemos? Quando conseguirmos a mudança em nosso coração, os valores como a paz, a fraternidade, o equilíbrio entre a natureza... o perdão... distâncias...estarão em alta.

REZE: peça a graça de deixar-se conduzir pela criatividade divina.

#CantinhodaPalavra #25ºDTC #Parábola

Arquidiocese de Belo Horizonte | Paróquia Santo Antônio Vila Belém

Rua Sidônia, 185 - São Salvador | Belo Horizonte

(31) 3477-6031

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram