Buscar

Jesus: aquele que vê e faz ver!

PALAVRA DE DEUS: João 9,1-41

O QUE DIZ O TEXTO?

O evangelho de João nos coloca diante de um cego de nascença, que com um toque das mãos de Jesus é restituído em sua dignidade. Não conhecemos seu nome, só sabemos que é um mendigo, que pede esmola nas proximidades do templo. Estava sentado, imóvel, não podia orientar-se por si mesmo, dependendo dos outros. Jesus vê na cegueira uma ocasião para a manifestação da misericórdia salvífica de Deus.


Jesus não pergunta se ele quer ficar curado. Mas, o cego deve aceitar a cura, a luz, e optar livremente por Ele. Jesus não lhe tira a liberdade, oferece-lhe a oportunidade de cura: Jesus aplicou barro nos olhos do cego . O cego agora é um “ungido”... foi transformado pelo Espírito. Jesus lhe diz: “Vai lavar-te na piscina de Siloé.” A decisão de recuperar a visão fica nas mãos do cego. O que era cego é um novo homem.


Os outros personagens, fariseus, parentes... continuam em sua cegueira.



O QUE O TEXTO DIZ PARA MIM?

  • Não deixe esse tempo quaresmal passar em vão. Peça a graça de uma conversão, de um novo modo de olhar, Olhar como Jesus nos olha. Olhar limpo, gratuito, olhar sem preconceito, sem pré-juízos...

  • É preciso VER COM O CORAÇÃO.

  • Tirar as Cataratas de nossos olhos e abrir-nos a Deus.

  • Sou luz que ajuda os outros a enxergarem?


O QUE O TEXTO ME FAZ DIZER A DEUS?

  • Quero ser, Jesus amado, como barro nas tuas mãos... faze-me nascer de novo, ter um novo olhar, um vaso novo... amém.